Pavê da vovó

Poucas são as tradições culinárias da minha família, mas uma delas é bem forte a já conquistou muita gente, o pavê da minha avó. Minha lembrança mais antiga na cozinha é ajudando minha vó a fazer esse doce presente em 99,9% das festas familiares (e que em 99,9% das vezes tinha alguém fazendo a infame piada “é pra ver ou pra comer?”). Minha tarefa era bem difícil e fundamental: picar o biscoito. Lembro de me sentir extremamente útil e importante quando ajudava na preparação do pavê, é um momento do qual lembro com muito carinho. Mas mesmo assim, hoje, delego essa tarefa para o meu processador de alimentos #shameonyoufernanda.

Eu poderia ser daquelas que esconde as receitas de família, mas não vejo motivo para isso e também acho que o mundo merece se deliciar com essa maravilha! Vamos então à receita do doce que já conquistou multidões!

Ingredientes:

– 2 xícaras de chá de açúcar
– 2 gemas
– 100 gramas de margarina
– 6 colheres de sopa de nescau
– 2 latas de creme de leite
– 2 pacotes de biscoito maria triturados

Modo de fazer:

Misturar os ingredientes na ordem dada, tomando cuidado para distribuir o biscoito de forma uniforme, para isso, acho mais fácil despejar a massa em cima do biscoito triturado. Deixar na geladeira por pelo menos 6 horas. Eu dou umas duas misturadas na primeira hora para garantir que o biscoito não suba e o fundo fique mole.

É um dos doces mais feios que já comi, mas nunca julgue um doce pela sua aparência, você pode se arrepender!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s